Archachatina marginata

Caracol Gigante Africano

Este gigante africano têm o hábito de esconder os seus ovos debaixo de pedras ou folhas. Sabia que para saber a idade de um caracol pode usar-se o número de voltas da concha?

Image Image Image
01

Morfologia

Esta espécie tem a concha com fundo amarelado contrastando com bandas dispostas uniformemente castanho-escuro. A coluna central da concha (columela) tem uma cor branca ou branca-azulada. A concha quando ampliada tem aparência de tecido.


02

Comportamento

A exceção de quando é para acasalar normalmente estes caracóis não têm interação uns com os outros. Eles são ativos durante os meses quentes quando a temperatura varia entre 10ºC e os 29ºC, sendo que se a temperatura baixar dos 10ºC eles conseguem sobreviver invernando durante alguns meses. Caso as temperaturas sejam muito altas eles também podem entrar em estivação.


03

Alimentação

Quando em cativeiro, estes caracóis comem plantas a uma taxa muito elevada. Isto leva a que sejam uma praga para a agricultura.
Geralmente estes caracóis preferem comer durante a noite, sendo que não são muito seletivos no tipo de plantas ou frutos que comem.
A sua língua (rádula) possui pequenos picos, que lhes permite agarrar o alimento facilmente.


04

Reprodução

O caracol Gigante africano a semelhança dos outros caracóis, são hermafroditas, ou seja, eles possuem ambos órgãos sexuais (masculino e feminino), contudo para a reprodução são precisos 2 exemplares sendo que qualquer um pode desempenhar papel de macho ou fêmea. São ovíparos, sendo que podem pôr até 6 ninhadas de ovos por ano, cada uma contendo 200 ovos. Atingem a sua maturidade sexual por volta dos 10 meses.

Outros Invertebrados


Escorpião Asiático

Outros animais


Piton Real
Tartaruga Mordedora
Piton Reticulada
Marabu Africano