Image Image Image

Muntjac indiano

Muntiacus muntjak
  • Image
  • Image
  • Image

O muntjac indiano habita em florestas tropicais, áreas com vegetação densa, assim como zonas montanhosas, zonas com erva rasteira e savanas.

Uma marca distintiva do muntjac indiano é a existência de duas saliências ósseas na cabeça, formando a base das suas pequenas hastes que medem 15 cm, e que se prolongam para a face, formando cristas escuras proeminentes. As fêmeas, por outro lado, possuem apenas pequenas saliências com tufos de pêlo. Possuem caninos curvados fortemente para o exterior da boca. O tom do pêlo é dourado na zona dorsal e branco na zona ventral, com os membros e a face de tom preto a castanho-escuro. Apresenta pequenas orelhas com muito pouco pêlo.
Os machos são maiores que as fêmeas.

Apesar de algumas vezes se movimentarem em pares ou pequenos grupos, os adultos são solitários. Quando pressentem o perigo, emitem sons semelhantes ao ladrar de um cão, muitas vezes por mais de uma hora, para afugentarem os predadores. Assustam-se muito facilmente, com qualquer movimento.
É um animal diurno e extremamente territorial. Os machos lutam pelas fêmeas utilizando as suas hastes ou os seus caninos, que são mais perigosos.

É essencialmente herbívoro, alimentando-se de ervas rasteiras que encontra em clareiras ou espaços abertos perto de florestas, folhas, rebentos, frutos, mas, por vezes, também come ovos de aves.

Esta espécie torna-se sexualmente activa entre os 6 e os 12 meses de idade. Após um período de gestação de 6 meses, as fêmeas têm 1 cria, raramente 2, que permanece com a progenitora até aos 6 meses. Não existe uma época específica para o acasalamento.

Uma marca distintiva do muntjac indiano é a existência de duas saliências ósseas na cabeça, formando a base das suas pequenas hastes que medem 15 cm, e que se prolongam para a face, formando cristas escuras proeminentes. As fêmeas, por outro lado, possuem apenas pequenas saliências com tufos de pêlo. Possuem caninos curvados fortemente para o exterior da boca. O tom do pêlo é dourado na zona dorsal e branco na zona ventral, com os membros e a face de tom preto a castanho-escuro. Apresenta pequenas orelhas com muito pouco pêlo.
Os machos são maiores que as fêmeas.

Apesar de algumas vezes se movimentarem em pares ou pequenos grupos, os adultos são solitários. Quando pressentem o perigo, emitem sons semelhantes ao ladrar de um cão, muitas vezes por mais de uma hora, para afugentarem os predadores. Assustam-se muito facilmente, com qualquer movimento.
É um animal diurno e extremamente territorial. Os machos lutam pelas fêmeas utilizando as suas hastes ou os seus caninos, que são mais perigosos.

É essencialmente herbívoro, alimentando-se de ervas rasteiras que encontra em clareiras ou espaços abertos perto de florestas, folhas, rebentos, frutos, mas, por vezes, também come ovos de aves.

Esta espécie torna-se sexualmente activa entre os 6 e os 12 meses de idade. Após um período de gestação de 6 meses, as fêmeas têm 1 cria, raramente 2, que permanece com a progenitora até aos 6 meses. Não existe uma época específica para o acasalamento.

Outros Mamíferos


Outros animais