Image Image Image Image

Pantera das Neves

Uncia uncia
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image

Este tímido felino, oriundo das regiões montanhosas da Ásia Central, adora terrenos íngremes e rochosos. A Pantera das Neves é crepuscular, ou seja, é mais ativa durante o amanhecer e o entardecer e também solitária, agrupando-se apenas na época de acasalamento.

Esta espécie possui uma pelagem muito densa, de cor acinzentada e amarela, e apresenta um padrão de manchas de tom cinzento-escuro irregulares que formam rosetas, algumas com pintas negras no centro e que lhe proporcionam uma camuflagem excelente sobre o ambiente que a rodeia, com meras rochas e neve. Outras adaptações para conseguir habitar numa zona de altitude elevada incluem o alargamento da cavidade nasal, que lhe permite utilizar eficientemente o oxigénio no ar seco e frio das grandes altitudes, membros mais curtos, com as patas posteriores maiores que as anteriores, músculos do peito bem desenvolvidos para poder trepar, e uma cauda que pode ter até um metro de comprimento, proporcionando balanço e que enrolada à volta do seu corpo mantêm o animal quente enquanto este repousa. A pantera-das-neves faz a muda de pêlo duas vezes por ano, e o pêlo de Verão difere ligeiramente do de Inverno em comprimento e densidade. Os machos adultos são bastante mais pesados do que as fêmeas.

É um animal territorial, que marca o seu território com urina, fezes e a raspar no solo. Vive solitário, excepto na época de acasalamento e no caso das fêmeas com as suas crias. É mais activo ao crepúsculo, sendo capaz de capturar presas com quase três vezes o seu tamanho. É um atleta excepcional, capaz de dar grandes saltos sobre ravinas.

A Pantera-das-Neves é um predador generalista. Captura ungulados, caprinos e ovinos selvagens, bem como lebres e aves.

A época de acasalamento decorre de Janeiro a Março. O período de gestação é de 98 a 104 dias, após os quais nascem entre 1 a 5 crias, num abrigo rochoso, coberto com o próprio pêlo da progenitora. Os nascimentos ocorrem, principalmente, de Abril a Junho. As crias são amamentadas durante dois meses. Atingem a maturidade sexual entre os dois e três anos de idade.

Esta espécie possui uma pelagem muito densa, de cor acinzentada e amarela, e apresenta um padrão de manchas de tom cinzento-escuro irregulares que formam rosetas, algumas com pintas negras no centro e que lhe proporcionam uma camuflagem excelente sobre o ambiente que a rodeia, com meras rochas e neve. Outras adaptações para conseguir habitar numa zona de altitude elevada incluem o alargamento da cavidade nasal, que lhe permite utilizar eficientemente o oxigénio no ar seco e frio das grandes altitudes, membros mais curtos, com as patas posteriores maiores que as anteriores, músculos do peito bem desenvolvidos para poder trepar, e uma cauda que pode ter até um metro de comprimento, proporcionando balanço e que enrolada à volta do seu corpo mantêm o animal quente enquanto este repousa. A pantera-das-neves faz a muda de pêlo duas vezes por ano, e o pêlo de Verão difere ligeiramente do de Inverno em comprimento e densidade. Os machos adultos são bastante mais pesados do que as fêmeas.

É um animal territorial, que marca o seu território com urina, fezes e a raspar no solo. Vive solitário, excepto na época de acasalamento e no caso das fêmeas com as suas crias. É mais activo ao crepúsculo, sendo capaz de capturar presas com quase três vezes o seu tamanho. É um atleta excepcional, capaz de dar grandes saltos sobre ravinas.

A Pantera-das-Neves é um predador generalista. Captura ungulados, caprinos e ovinos selvagens, bem como lebres e aves.

A época de acasalamento decorre de Janeiro a Março. O período de gestação é de 98 a 104 dias, após os quais nascem entre 1 a 5 crias, num abrigo rochoso, coberto com o próprio pêlo da progenitora. Os nascimentos ocorrem, principalmente, de Abril a Junho. As crias são amamentadas durante dois meses. Atingem a maturidade sexual entre os dois e três anos de idade.

Outros Mamíferos


Outros animais