Image Image Image Image

Tapir

Tapirus terrestris
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image

Este simpático mamífero de aparência estranha preferem viver perto de zonas de água, especialmente rios, uma vez que são excelentes nadadores.

O crânio possui uma proeminência sagital que resulta num papo no topo da cabeça que se estende desde os olhos até ao pescoço e uma pequena crina que percorre esta proeminência. Os adultos são castanhos-escuros ou avermelhados enquanto os juvenis apresentam-se de cor castanha com riscas brancas horizontais, que desaparecem ao fim dos 7 meses de idade. Os tapires sul-americanos possuem cascos e uma tromba pronunciada, A tromba é flexível e preênsil, composta por um tecido suave e com pelos, que sente os cheiros e a humidade e o focinho apresenta o osso e cartilagem reduzida, quando comparado com outros ungulados.

Os tapires são tipicamente solitários e, embora não sejam noturnos, eles tendem a manter-se nas sombras da floresta durante o dia e aparecem para se alimentar à noite. Durante a época de acasalamento são vistos em pares, assim como quando as fêmeas caminham com as suas crias. Esta espécie tem a visão reduzida, mas um forte sentido de olfato. Apesar de serem animais tímidos, são bastante agressivos quando competem para acasalar ou a defender territórios.
Quando se sentem ameaçados, os tapires mergulham nas águas ou escondem-se nas florestas.

O tapir pasta durante a noite, comendo fruta, folhas e outros materiais das plantas.

Quando as fêmeas se encontram sexualmente activas, os machos competem durante a noite pelo direito do acasalamento, mordendo-se nos pés.
A gestação dura tipicamente 380 dias, mas varia de 335 a 439 dias. O ciclo éstrico ocorre a cada 50-80 dias e dura 48horas. A maioria das fêmeas atinge a maturidade sexual aos 2-3 anos de idade. Os tapires reproduzem-se ao longo do ano. Tem uma cria por parto, que pesa ente 3.2 e 5.8kg. O desmame dá-se aos 8 meses de idade e a maioria das crias torna-se independente aos 18 meses.

O crânio possui uma proeminência sagital que resulta num papo no topo da cabeça que se estende desde os olhos até ao pescoço e uma pequena crina que percorre esta proeminência. Os adultos são castanhos-escuros ou avermelhados enquanto os juvenis apresentam-se de cor castanha com riscas brancas horizontais, que desaparecem ao fim dos 7 meses de idade. Os tapires sul-americanos possuem cascos e uma tromba pronunciada, A tromba é flexível e preênsil, composta por um tecido suave e com pelos, que sente os cheiros e a humidade e o focinho apresenta o osso e cartilagem reduzida, quando comparado com outros ungulados.

Os tapires são tipicamente solitários e, embora não sejam noturnos, eles tendem a manter-se nas sombras da floresta durante o dia e aparecem para se alimentar à noite. Durante a época de acasalamento são vistos em pares, assim como quando as fêmeas caminham com as suas crias. Esta espécie tem a visão reduzida, mas um forte sentido de olfato. Apesar de serem animais tímidos, são bastante agressivos quando competem para acasalar ou a defender territórios.
Quando se sentem ameaçados, os tapires mergulham nas águas ou escondem-se nas florestas.

O tapir pasta durante a noite, comendo fruta, folhas e outros materiais das plantas.

Quando as fêmeas se encontram sexualmente activas, os machos competem durante a noite pelo direito do acasalamento, mordendo-se nos pés.
A gestação dura tipicamente 380 dias, mas varia de 335 a 439 dias. O ciclo éstrico ocorre a cada 50-80 dias e dura 48horas. A maioria das fêmeas atinge a maturidade sexual aos 2-3 anos de idade. Os tapires reproduzem-se ao longo do ano. Tem uma cria por parto, que pesa ente 3.2 e 5.8kg. O desmame dá-se aos 8 meses de idade e a maioria das crias torna-se independente aos 18 meses.

Outros Mamíferos


Outros animais