Image Image Image

Flamenco Pequeño

Phoenicopterus minor
  • Image
  • Image
  • Image

Oriunda do Este de África, esta é a mais numerosa espécie de flamingos, com uma população que atinge os 6 milhões de aves. Os flamingos produzem uma espécie de “leite” para alimentar as suas crias. O leite do papo é produzido, quer pelos machos, quer pelas fêmeas, pelo sistema digestivo.

As aves imaturas têm coloração castanho-acinzentada, com cabeça e pescoço mais escuros. Os adultos apresentam bico, pernas e plumagem de cor rosa. Esta espécie é a mais pequena entre os flamingos e a que apresenta a plumagem mais brilhante. Têm cabeça pequena, pescoço longo, corpo relativamente grande e pernas altas. O bico é comprido e escuro. Os machos são ligeiramente maiores do que as fêmeas.

Após vários meses de vida no mesmo lago, movimentam-se em grandes bandos devido às condições adversas.
Têm poucos predadores naturais uma vez que vivem em locais inóspitos, como os lagos com concentrações salinas elevadíssimas e de pH alcalino no grande rift de África.

Alimentam-se de microalgas e invertebrados. Procuram estes microrganismos à superfície de águas paradas, filtrando com o bico invertido e parcialmente submerso.

Reproduzem-se em planícies lamacentas, em colónias ruidosas e extraordinariamente numerosas, chegando a ter mais de um milhão de casais. Constroem ninhos no topo de acumulações de lama e fazem posturas de apenas um ovo que é incubado durante cerca de 28 dias. Contudo, podem não fazer posturas todos os anos e a época de cria pode ser diferente cada ano, mas mesmo assim, nidificam no mesmo local. Após 70 a 75 dias de vida as crias fazem o seu primeiro voo.
Atingem a maturidade sexual aos seis anos de vida.

As aves imaturas têm coloração castanho-acinzentada, com cabeça e pescoço mais escuros. Os adultos apresentam bico, pernas e plumagem de cor rosa. Esta espécie é a mais pequena entre os flamingos e a que apresenta a plumagem mais brilhante. Têm cabeça pequena, pescoço longo, corpo relativamente grande e pernas altas. O bico é comprido e escuro. Os machos são ligeiramente maiores do que as fêmeas.

Após vários meses de vida no mesmo lago, movimentam-se em grandes bandos devido às condições adversas.
Têm poucos predadores naturais uma vez que vivem em locais inóspitos, como os lagos com concentrações salinas elevadíssimas e de pH alcalino no grande rift de África.

Alimentam-se de microalgas e invertebrados. Procuram estes microrganismos à superfície de águas paradas, filtrando com o bico invertido e parcialmente submerso.

Reproduzem-se em planícies lamacentas, em colónias ruidosas e extraordinariamente numerosas, chegando a ter mais de um milhão de casais. Constroem ninhos no topo de acumulações de lama e fazem posturas de apenas um ovo que é incubado durante cerca de 28 dias. Contudo, podem não fazer posturas todos os anos e a época de cria pode ser diferente cada ano, mas mesmo assim, nidificam no mesmo local. Após 70 a 75 dias de vida as crias fazem o seu primeiro voo.
Atingem a maturidade sexual aos seis anos de vida.

Outras Aves


Outros animais