Image Image Image Image

Ñu de Cola Blanca

Connochaetes gnou
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image

Este herbívoro africano de aparência distinta, é usualmente observado em movimentos migratórios na busca de recursos alimentares alternativos.

São animais com pelo castanho-escuro, mais curto no Verão do que no Inverno. A tonalidade do pelo dos machos é mais escura do que nas fêmeas, mas ambas tornam-se mais claras no Verão. A sua cauda é branca, que dá o nome a esta espécie.
Tanto os machos como as fêmeas apresentam chifres curvos, que podem atingir os 78cm cada um, formando um escudo protetor. Apresentam um tufo de pelos de cor branca no focinho e uma barba negra no pescoço que se estende até ao peito.

Os gnus-de-cauda-branca andam em manadas e, tal como o Gnu comum, migram em conjunto. As fêmeas e as suas crias juntem-se e formam uma manada onde as fêmeas mais fortes estão no topo da hierarquia. Os machos formam manadas separadamente das fêmeas.

São animais herbívoros que se alimentam de arbustos e de erva existente nas zonas de pastagem. Podem ficar alguns dias sem ingerir água.

Na época de reprodução, os machos adultos (com mais de 4 anos) formam territórios individuais por onde as fêmeas passam. Os machos vão acasalar com as fêmeas que estiverem no seu território e vão lutar com outros machos para defenderem o seu direito a acasalar. Ao fim de 8 meses nasce uma única cria que é capaz de se manter em pé ao fim de 9 minutos de vida!
As crias são amamentadas até aos 6-9 meses, sendo que a partir de 1 mês de idade, iniciam o pastoreio. A maturidade sexual das fêmeas é atingida pelos 2 anos de idade e os machos só atingem a maturidade sexual aos 3 anos.
Só as fêmeas é que cuidam das crias e estas ficam com as mães até ao nascimento do futuro gnu.

São animais com pelo castanho-escuro, mais curto no Verão do que no Inverno. A tonalidade do pelo dos machos é mais escura do que nas fêmeas, mas ambas tornam-se mais claras no Verão. A sua cauda é branca, que dá o nome a esta espécie.
Tanto os machos como as fêmeas apresentam chifres curvos, que podem atingir os 78cm cada um, formando um escudo protetor. Apresentam um tufo de pelos de cor branca no focinho e uma barba negra no pescoço que se estende até ao peito.

Os gnus-de-cauda-branca andam em manadas e, tal como o Gnu comum, migram em conjunto. As fêmeas e as suas crias juntem-se e formam uma manada onde as fêmeas mais fortes estão no topo da hierarquia. Os machos formam manadas separadamente das fêmeas.

São animais herbívoros que se alimentam de arbustos e de erva existente nas zonas de pastagem. Podem ficar alguns dias sem ingerir água.

Na época de reprodução, os machos adultos (com mais de 4 anos) formam territórios individuais por onde as fêmeas passam. Os machos vão acasalar com as fêmeas que estiverem no seu território e vão lutar com outros machos para defenderem o seu direito a acasalar. Ao fim de 8 meses nasce uma única cria que é capaz de se manter em pé ao fim de 9 minutos de vida!
As crias são amamentadas até aos 6-9 meses, sendo que a partir de 1 mês de idade, iniciam o pastoreio. A maturidade sexual das fêmeas é atingida pelos 2 anos de idade e os machos só atingem a maturidade sexual aos 3 anos.
Só as fêmeas é que cuidam das crias e estas ficam com as mães até ao nascimento do futuro gnu.

Outros Mamíferos


Outros animais