Image Image Image Image

Águila Calva

Haliaeetus leucocephalus alascensis
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image

Nativa do Canadá, México e Estados unidos da América, esta incrível ave é facilmente reconhecida pela cabeça, pescoço e cauda brancos. Símbolo dos Estados Unidos da América, prefere habitar junto a grandes massas de água, tais como costas de mar, estuários costeiros, lagos interiores e rios.

O Pigargo-americano adulto é castanho com cabeça e cauda brancas e um bico amarelo. As fêmeas são geralmente maiores que os machos e os juvenis têm uma coloração variável até aos 5 anos de idade em que ficam com a plumagem de adulto. Podem ser castanhos, malhados ou até ter a zona ventral branca com o bico escuro.

O mais característico comportamento desta espécie observa-se quando pesca, sobrevoando a alta velocidade à superfície da água enquanto lança as garras para agarrar o peixe poucos centímetros abaixo da superfície, seguindo depois, no mesmo movimento, o seu voo para se alimentar num local seguro, longe de predadores e oportunistas.

A alimentação desta espécie é muito variada, pois além de exímios caçadores e pescadores, estes pigargos são também oportunistas. No Verão a dieta é composta principalmente por peixe e aves aquáticas, embora haja regiões específicas em que os répteis ou mamíferos têm uma representação significativa. Qualquer oportunidade é aproveitada e podem comer insectos, cadáveres, répteis, mamíferos, aves ou até mesmo alimentarem-se em lixeiras ou aterros.

A época de reprodução é entre Outubro e Abril para as populações do Sul e entre Abril e Agosto para as populações do Norte. Os ninhos podem ser feitos no solo, em penhascos ou encostas rochosas, em árvores ou em arbustos, dependendo das características do local. Geralmente nidificam na margem de massas de água ou em zonas costeiras. As posturas são de 1 a 4 ovos, (geralmente 2) e a incubação demora 35 dias. A mortalidade no primeiro ano ronda os 75% e apenas 10% das crias atingem os 5 anos de idade.

O Pigargo-americano adulto é castanho com cabeça e cauda brancas e um bico amarelo. As fêmeas são geralmente maiores que os machos e os juvenis têm uma coloração variável até aos 5 anos de idade em que ficam com a plumagem de adulto. Podem ser castanhos, malhados ou até ter a zona ventral branca com o bico escuro.

O mais característico comportamento desta espécie observa-se quando pesca, sobrevoando a alta velocidade à superfície da água enquanto lança as garras para agarrar o peixe poucos centímetros abaixo da superfície, seguindo depois, no mesmo movimento, o seu voo para se alimentar num local seguro, longe de predadores e oportunistas.

A alimentação desta espécie é muito variada, pois além de exímios caçadores e pescadores, estes pigargos são também oportunistas. No Verão a dieta é composta principalmente por peixe e aves aquáticas, embora haja regiões específicas em que os répteis ou mamíferos têm uma representação significativa. Qualquer oportunidade é aproveitada e podem comer insectos, cadáveres, répteis, mamíferos, aves ou até mesmo alimentarem-se em lixeiras ou aterros.

A época de reprodução é entre Outubro e Abril para as populações do Sul e entre Abril e Agosto para as populações do Norte. Os ninhos podem ser feitos no solo, em penhascos ou encostas rochosas, em árvores ou em arbustos, dependendo das características do local. Geralmente nidificam na margem de massas de água ou em zonas costeiras. As posturas são de 1 a 4 ovos, (geralmente 2) e a incubação demora 35 dias. A mortalidade no primeiro ano ronda os 75% e apenas 10% das crias atingem os 5 anos de idade.

Outras Aves


Outros animais