Image Image Image Image

Lémur à Front Blanc

Eulemur fulvus albifrons
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image

Pequeno lémur endémico da ilha de Madagáscar, apresenta dimorfismo sexual através da coloração da face. Posui uma alimentação omnívora alimentando-se à base de folhas, frutos e pequenos invertebrados.

Esta espécie apresenta dimorfismo sexual, pois o macho possui a cabeça e o pescoço de cor branca, enquanto a fêmea possui ambos de cor cinzenta. Quanto ao resto do corpo, é idêntico para os dois sexos, que apresentam o pêlo do corpo de cor castanha e a face preta. A cauda é igualmente castanha, com a extremidade preta.

É um animal diurno e arbóreo, que vive em grupos pequenos. Os indivíduos usam vocalizações de alarme para comunicarem entre si. Libertam sinais odoríferos durante a época reprodutiva, na defesa do seu território e em situações de perigo.

Esta espécie alimenta-se de frutos, folhas, flores e invertebrados.

A fêmea pode ter entre 1 a 2 crias após um período de 120 dias, que se tornam independentes ao fim de 6 meses e atingem a maturidade sexual com 2 anos.

Esta espécie apresenta dimorfismo sexual, pois o macho possui a cabeça e o pescoço de cor branca, enquanto a fêmea possui ambos de cor cinzenta. Quanto ao resto do corpo, é idêntico para os dois sexos, que apresentam o pêlo do corpo de cor castanha e a face preta. A cauda é igualmente castanha, com a extremidade preta.

É um animal diurno e arbóreo, que vive em grupos pequenos. Os indivíduos usam vocalizações de alarme para comunicarem entre si. Libertam sinais odoríferos durante a época reprodutiva, na defesa do seu território e em situações de perigo.

Esta espécie alimenta-se de frutos, folhas, flores e invertebrados.

A fêmea pode ter entre 1 a 2 crias após um período de 120 dias, que se tornam independentes ao fim de 6 meses e atingem a maturidade sexual com 2 anos.

Outros Mamíferos


Outros animais